Thursday, November 30, 2006


UM OUTRO TEMPO
RECORDANDO A FELICIDADE



















Com a excepção de algum pormenor oculto, e sem que eu me tivesse apercebido da sua existência...mas de certeza que algo fôra roubado ao tempo.

"Amanhã...
Amanhã vou recordar aquele dia..."














(foto: Daniela Rocha)

- Amanhã!?

É engraçado!...
Ao dizeres amanhã,
Fica-me a sensação
De que esta idéia

Se encontra fora de ti,
E que posteriormente irás encontrar...
Porém, estou certo que esse amanhã,

Está hoje aí dentro,
Neste momento















Agora
Neste ainda...


"O que interessa
É recordar aquele dia!..."


- Está bem!...
De qualquer maneira
Recordarás esses instantes...
Farás da felicidade
Uma consequência extra,
Ou porque esta Luz que se espalha,
Que se estende

Pelo meu quarto dentro













Irradia já o seu rosto doce
Preenchendo completamente

O vazio de outrora.

"De onde vens?"


- Talvez desse estado risonho
Em que te encontras de momento...



















"É tudo tão natural...simples...
Afinal, é fácil amar..."


- E de todos os cantos
Te vem essa simpatia...


"Será que os objectos do meu quarto

Se tornam cúmplices em mim?"














- Não sei...mas não interessa!...
O que interessa

É recordares esse teu dia,
Essa felicidade...

E saberes que as pessoas
A tivessem partilhado entre si.

"É verdade...
Mas como sabes que foi

Assim tão bom?..."



















- Estás diferente...
Até parece que estás nas nuvens.


(Um tema: "THE LOOK OF LOVE" - Diana Krall)

Um bom-fim-semana a todos...e prolongado ainda pra mais...pfffff...que chatice, eheheh. Aproveitem bem!!!

NOTA PARA OS BLOGGERS:

Vivo um momento de enorme felicidade que absorve por completo o meu estado de espírito, algo que tem condicionado a minha disponibilidade de outros tempos na blogoesfera.

Não obstante, nunca esqueci todos os que ao longo desta jornada me visitaram. Cada um, à sua maneira, soube tocar-me de uma forma especial, na boa partilha das suas emoções. Aqui, neste espaço virtual, concomitantemente breve e incomensurável, foram depositados belos fragmentos de vida que muito enriqueceram a minha alma.
Não lamento a minha ausência antes peço que sintam esta felicidade como algo que também é vosso. Quero partilhar este sentimento, torná-lo extensível a todos.
É o que sinto... e o que sinto chega para todos.
 














Um grande bem-haja,

Pain-Killer

3 comments:

naturalissima said...

Amei este partilhar com os outros.
:-)
Beijo-te, peixinho
Daniela

jawaa said...

Que bonito apontamento!
Pois haja todo o tempo do mundo para a felicidade que transparece por aí... e a ausência deve sim, ser prolongada. Ninguém se importa, ainda por cima quando se partilha a felicidade!
Um abraço aos dois

Medusa Azul said...

AHÁ!!! Agora percebi tudo!!! :))

assim fico mais descansada.. e feliz!!!

beijinhos.. bué!!! :)