Monday, February 12, 2007

UMA CERTA MANHÃ, NA LINHA
DUMA IRREGULAR CERTEZA















Sempre que chego á praia, o poeta muda normalmente de expressão...mas hoje, mudou de idéias...

"Gostava de ser outra coisa..."

- O quê, por exemplo?...

"Ser ave..."












- SER AVE!?...
ISSO É REGRESSAR Á POESIA!...

"Regressar, como assim?"

- Só um poeta seria capaz
De formular tal desejo...






Inconscientemente,
Desejas ser poeta.

"Talvez tenhas razão,
Mas a verdade
É que esta maneira de ser
Dói..."












- Eu sei.

"Em compensação é bom chorar..."

- E sabes porque choras?...

"Creio que por várias razões."
















- SÓ SE CHORA POR AMOR...

"Não será por egoísmo?"

- E o que é o egoísmo,
Senão o resultado
De se amar a si próprio?...












"Sim...mas diz-me:
Nesta aparente tristeza,
Não haverá qualquer tipo de arrependimento?"










- Porque fazes essa pergunta?...


"É porque se houvesse,
Corrigíamos o erro!"

- NINGUÉM SE ARREPENDE
DE SE QUERER A SI MESMO!...

















"Nisso está também o amor?"

- Não podia deixar de estar.

"O que é para ti o amor?"













( Foto de: Daniela Rocha )

- Muito se poderá falar sobre ele...














"O máximo do interesse está no amor?"

- Aquilo que origina o amor,
É de maior significado!...

















( Foto de: Daniela Rocha )

É SEMPRE MAIS QUALQUER COISA!

"Agora senti-me iluminado..."












- Ainda bem...

Mas voltando ao assunto:
O AMOR













A ESPERANÇA















O DESEJO



















Erguem-se do abandono em que nasceste,
Como se tentassem salvar-te...

"A mim!?...
Eu sou puro!"












- PURO DE INGENUIDADE!...

Mas não importa,
Não é bem a ti que me refiro
Embora tenhas a tua maldade...













"Então,

Não é para mim que falas!?"

- Directamente, não!...

"Não quero ser poeta!..."

















- MAIS SERÁS!
E saberás ainda:
Aquilo que agora
TE PARECE ERRADO
Revelar-se-á
CERTO NO FUTURO!

"Ah! Agora entendo
Aquela expressão do livro:
A CULPA DE DEUS..."



















- Exactamente!...

Como o autor,
Rocha de Sousa, refere:












«DEUS ESCREVE TORTO

POR LINHAS DIREITAS

( Um tema: "MR. PASTORIOUS"- Miles Davis )

Boa semana!

Pain-Killer

3 comments:

naturalissima said...

Enquanto te leio, escuto um dos videos que me enviaste...
e com a melodia de um mundo melhor, um mundo cheio de amor, onde Deus deixa de escrever torto por linhas direitas, vou-me enchendo de vaidade, de orgulho, de alegria, de paixão, de um amor único que me leva a "VOAR AO TEU LADO POR TODA A VIDA".

Fazes-me sentir uma mulher diferente, amada, bela, mais sonhadora, mais livre, mais EU...
Tens sido muito especial e agradeço -te por existires, por seres meu amigo, amor da minha vida...

Estamo-nos a amar
Beijo-te com muito carinho
até já
Daniela

PR said...

Vim conhecer e olhar e ler, com tempo. Bfsemana.

≈♥ Nadir ♥≈ said...

Conheces o amor?
- Conheci...
Conheceste?
-Sim cruzou-se comigo um dia
E depois?
- Depois isolou-se num mundo só seu
Como assim?
- Fazes demasiadas perguntas...
Não me queres contar?
- Depois nada...
Nada?
- Sim... Está preso em palavras de poesia...
E tu és poeta?
- Eu? Não sou poeta, mas poderia ser...
Porquê?
- O que queres saber?
Poderias ser poeta? Não és?
- Não sou, apenas escrevo palavras de sentimento, por amor...
E isso não é ser poeta?
- Não... ser poeta não é só isso...
Escreves por amor?
- Fazes demasiadas perguntas...
Quero compreender... Então, escreves por amor?
- Todos aqueles que escrevem ou fazem-no com amor ou por amor...
E isso é ser poeta?
- Já disse que não!
Então?
- Poesia está nos olhos de cada um e na forma como "bebem" a vida que se derrama perante o seu olhar...
Por isso dizias que não és poeta, mas que poderias ser?
- Sim...
E o amor?
- Voltamos ao amor?
Sim porque não? Conheceste-o não foi?
- Sim foi
E agora?
- Agora o quê?
Por onde anda?
- Anda preso no meu coração em palavras que tomam a forma de poemas...
Mas se não és poeta...
- Pois mas poderia ser...
O amor está preso apenas no teu coração?
- Não... cada um que ama prende o amor na chama da sua alma...
E ninguém pode roubar o amor?
- Não... Só tu o podes soltar ou amarrar, Não se consegue roubar o sentir de alguém e que só a si pertence e a mais ninguém...
Amas?
- Fazes perguntas de mais...

(escrito por nadir)

Já não é a primeira vez que as palavras que nos ofereces me incitam também a criar um dialogo, não é por mal, espero que nao fiques ofendido, estou muito longe de escrever com a tua grandiosidade,
mas tu és uma fonte de inspiração...
Parabéns pelos teus excepcionais dialogos.
Beijos de admiração